Artigos & Periódicos

O futuro das reservas internacionais do Brasil

Autor:

Augusto Nardes

Há uma importante decisão política a ser tomada pelo governo, cujas consequências requerem o envolvimento e a contribuição dos três Poderes da República: a busca de alternativas para desdolarizar as reservas internacionais do País. Mas se o dólar é a moeda mais forte do mundo, por que devemos buscar alternativas a ele? A resposta é dada atentando para o movimento mundial do mercado.

A necessidade de se efetivar o dever constitucional à boa governança pública no atual estado democrático de direito brasileiro

Autores:

José Eduardo S. Paes

Severiano José C. de Aguiar

Júlio Edstron  S. Santos

O problema de pesquisa enfrentado neste artigo acadêmico é: existe um dever fundamental  de se implementar a boa governança pública no Brasil? A discussão foi fulcrada no método hipotéticodedutivo e teve como base as técnicas cientificas da revisão bibliográfica e estudo de caso. Este implementação da boa governança pública, sob a égide do atual paradigma do Estado Democrático de Direito.

Governança em contratações públicas:

A transformação passa pelos meios

Autora:

Isabella Brito

As mudanças disruptivas desenhadas pela transformação digital [1] , evidenciadas, ainda mais, pelo cenário da COVID-19, trazem desafios organizacionais e pessoais enormes, justamente por romper padrões de gestão e de comportamento tidos como aceitáveis até pouco tempo atrás.

O cenário antecipa uma sociedade mais consciente e exigente por resultados efetivos, reforçando a necessidade de uma gestão pública eficiente e transparente, com espaço aberto para a inovação, onde um sistema de governança inteligente, ativo e dinâmico poderá ser o diferencial almejado nas organizações públicas.

04 anos da lei das estatais: avanços na governança e oportunidades de melhoria

Autor:

Marcio Lima Medeiros

RESUMO : Este artigo visa destacar os avanços da governança promovidos pela Lei 13.303/2016 e ressaltar as oportunidades de melhoria necessárias às empresas estatais federais. A lei estabeleceu requisitos e critérios claros aos órgãos de governança, promovendo a transparência e implementando práticas de integridade e compliance das estatais, mas foi tímida na aproximação das estatais ao regime jurídico das empresas privadas em relação aos seus aspectos trabalhistas e tributários.

Governança, accountability, inovação e planejamento estratégico

Autor:

Marcio Lima Medeiros

Caminhar juntos em uma Entidade Fechada de Previdência Complementar. Aprenda com a experiência de navegação dos vikings. Este artigo visa destacar a importância da governança, accountability, inovação e planejamento estratégico caminharem juntos em uma Entidade Fechada de Previdência Complementar. É similar ao pé esquerdo e direito durante uma caminhada, não importa qual conjunto de medidas estiver mais avançado, o outro conjunto deverá acompanhar para um não atrasar o outro. Esses conceitos são pilares básicos que orientam uma gestão estratégica voltada para resultados.

Governança, transparência e accountability de gastos em organizações públicas e privadas.

Autor:

Marcio Lima Medeiros

Este artigo visa destacar a importância da governança, transparência e accountability de gastos em organizações do setor público e privado, visando refletir sobre “como priorizar a alocação de recurso no que realmente importa?” O artigo desloca o debate de controle de eficiência dos gastos para reflexão sobre a qualidade, efetividade e alinhamento de gastos ao propósito das instituições. Nesse viés a transparência, prestação de contas, responsabilização, inovação e propósito são ingredientes fundamentais para promover uma mudança de pensamento na priorização das escolhas.

Implantação da Gestão de Riscos no Governo do Distrito Federal - GDF

Autores:

José Bonifácio de Araújo Júnior

&

Lúcio Carlos de Pinho Filho

Este artigo apresenta uma visão geral do Projeto de Implantação da Gestão de Riscos no Governo do Distrito Federal – GDF, uma iniciativa que é capitaneada pela Controladoria-Geral do Distrito Federal – CGDF, com o propósito de aperfeiçoar a Gestão Pública Distrital, por intermédio da disseminação de boas práticas de gestão internacionalmente reconhecidas, com destaque para a norma NBR ISO 31000 – Gestão de Riscos – Princípios e Diretrizes, bem como modificar o formato de atuação do Órgão Central de Auditoria do Poder Executivo Distrital, a partir da realização de consultorias aos órgãos e entidades interessados na implantação do processo de gestão de riscos. 

O Processo legislativo da lei das Estatais e ao OCDE: um estudo sobre a convergência e a divergência dos modelos de regulação

Autor:

Antonio Pedro R. de Oliveira Faria

Dentro de um contexto de combate a corrupção, melhoria da eficiência da administração pública e modernização do Estado brasileiro, em 2016 foi aprovada uma lei sobre Governança Corporativa em empresas estatais. Embora tenha sido objeto de importantes discussões, pouco se falou sobre a influência internacional na sua elaboração e qual seria o seu grau de convergência para uma agenda globalizada de Governança Corporativa. O presente trabalho olha para o processo legislativo da Lei das Estatais, fundado em um marco teórico sobre convergência regulatória e transplantes legais para compreender em que medida a experiência internacional foi importante, contrastando o processo com as Diretrizes Sobre Governança Corporativa para empresas estatais da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

Governança Corporativa: Um diálogo entre a Gestão de Riscos, Controles Internos, Compliance e a Contabilidade

Autores:

Prof. Dr. James L. Venturi, Cláudia A. da Silva, Esp. Lúcio C. de Pinho Filho

O direcionamento das organizações, também compreendida pelo termo Governança Corporativa, é fundamentado em pilares dentre os quais estão as práticas de gestão, o que seja: os mecanismos e os sistemas de gestão desenvolvidos e mantidos com o propósito de viabilizarem o atingimento dos objetivos organizacionais (estratégicos, táticos e operacionais). Nesse sentido, o texto resume e estabelece um diálogo organizado entre a Gestão de Riscos, Compliance, Controles Internos e a Contabilidade, indicando riscos relacionados com os ambientes e as práticas contábeis que podem impactar na governança das organizações.

Principal

Conhecimento

Ouvidoria

Assessoria de Imprensa

Onde Estamos

Fale Conosco

Meu Portal

Transparência

  Todos os direitos reservados - Rede Governança Brasil